top of page
  • Analista Guarajuba

GUARAJUBA E SALVADOR SÃO AS ÚNICAS CIDADES DO NORDESTE COM MAIS DE UMA PRAIA NA LISTA DO SELO BANDEIRA AZUL


A Bahia foi destaque na lista de praias que receberam a Bandeira Azul na temporada 2023/2024. Salvador e Camaçari foram as únicas cidades do Nordeste que apareceram mais de uma vez na lista de contempladas pelo selo, que assegura que o local oferece os mais altos padrões de saúde, segurança, serviços, qualidade da água e educação ambiental.


O selo é promovido pela Foundation for Environmental Education (FEE) e operado no Brasil pelo Instituto Ambientes em Rede (IAR). Pelo quarto ano consecutivo, Camaçari aparece na lista com duas praias, Guarajuba e Itacimirim a primeira recebe o selo há cinco anos. Já Salvador conseguiu o feito pela primeira vez, aparecendo na lista com as praias Viração e Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe.

Para se qualificar para a Bandeira Azul, uma série de critérios com foco em gestão ambiental, qualidade da água, educação ambiental, segurança e serviços, turismo sustentável e responsabilidade social devem ser atendidos, mantidos e comprovados anualmente. “No Brasil, a resolução utilizada como referência é a CONAMA 274. Portanto, a praia ou marina deve cumprir completamente os requisitos de amostragem e frequência regidos por essa legislação”, explica Valdo Pontes, gerente de laboratório da Cetrel, empresa que realiza a análise das praias de Camaçari.


“Dentre os critérios obrigatórios para obter o selo Bandeira Azul nas praias estão: a análise da qualidade da água, avaliando os parâmetros microbiológicos Escherichia coli e Enterococos, que devem apresentar resultados excelentes, não bastando apenas ser considerada como própria. Outros parâmetros físico-químicos que devem ser monitorados são: pH, óleos e materiais flutuantes”, enumera o gerente de laboratório da Cetrel. Desse modo, o selo assegura aos banhistas e turistas em relação a qualidade da água e de programas ambientais sustentáveis utilizados no local, o que pode alavancar o turismo na região.


Fonte: Alô Alô Bahia

Comments


bottom of page